realização:

inspiração:

financiadores:

Este site foi produzido com o apoio financeiro da União Europeia.

O conteúdo deste site é da exclusiva responsabilidade da Ensaios e Diálogos Associação e não

pode, em circunstância alguma, ser considerada como refletindo a posição da União Europeia.

Plástico à vista © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

O QUE É A PAvan?

 

Um laboratório ambulante

para eliminar todo o

Plástico à Vista.

 

Com a sua “PAVan”, uma mini-estação itinerante de transformação

dos resíduos plásticos em novos objetos para uso diário (como pranchetas

e chaveiros, por exemplo), participantes de todas as idades e principalmente crianças vêm aprendendo a consumir o plástico de modo ativo e crítico, além de criar um estilo de vida consciente para o futuro do planeta através de oficinas, palestras, exposições, jogos e vídeos educativos. 

A bordo da carrinha colorida, o público entra em contato com todo o processo de reciclagem do plástico, acompanhado de um programa de atividades com foco no desenvolvimento sustentável.

A PAVan é constituída pela carrinha para transporte, a estrutura onde decorrem as atividades, uma sala de aula móvel com um conjunto de 25 cadeiras e mesas desmontáveis, que podem ser instaladas em qualquer lugar, conta ainda com equipamentos audiovisuais e as máquinas de tratamento de plástico do projeto global Precious Plastic.
Para além do seu uso nas escolas, é possível a replicação imediata da utilização deste equipamento, materiais e dinâmicas em colaboração

com as entidades locais e nos variados contextos.

Na sua criação estiveram envolvidos arquitetos, produtores culturais, engenheiros, cenógrafos, carpinteiros, estudantes

e vários voluntários da comunidade e estrangeiros, num processo de workshop de construção participativa.

A “Miniestação itinerante de transformação de resíduos plásticos” e as sessões de sensibilização ambiental associadas, têm uma flexibilidade de uso que lhes permitem, ao estar em funcionamento ser utilizadas em diferentes contextos, situações e para públicos diversos.

Atividades

“Vamos navegar juntos no nosso navio?” Assim começa a viagem.
Apesar de o projeto não ser exclusivamente pensado para crianças, acreditamos que o despertar para o consumo consciente e para as questões do ambiente deve ser estimulado desde a primeira infância.
Num momento inicial, de um dos lados carrinha, é feita uma primeira abordagem, com a visualização de filmes de animação, jogos referindo

a regra dos 3 R’s e a apresentação da tartaruga Lisa, a mascote de peluche do PAV, que ajuda a captar o interesse dos mais pequeninos.

Entre espanto e risos, depois de quebrar o gelo com as crianças, chegamos ao problema: se a tartaruga tem fome e come sacos de plástico, vai ficar com dores de barriga… e ficará furiosa com os humanos. “Mas… vocês podem ajudar a resolver o problema” e “Sabiam que uma palhinha no oceano vai durar mais do que a tartaruga Lisa?” A plateia faz, normalmente silêncio, e começa a perceber que todos fazemos parte do problema e da solução.

 

Depois, o público passa para o outro lado da carrinha, onde estão as máquinas de transformação do plástico, assistindo à demonstração do seu funcionamento e realizando uma pequena abordagem sobre os vários tipos de plástico que existem, bem como a
forma como podemos identificá-los. Neste momento, os participantes são convidados a entrar no interior da carrinha, e alimentar a trituradora do plástico com tampinhas de garrafas e garrafões que poderão trazer de casa, devidamente limpas.